Poker online: 5 dicas para aumentar seu ROI

5 dicas para aumentar seu ROI

Todos nós, jogadores de poker, sabemos que um dos fatores mais determinantes para a lucratividade no poker online é o ROI, o retorno sobre investimento. Mas, apesar disso, o quanto focamos em melhorar esse indicador?

Nesse post, vou identificar algumas variáveis que influenciam diretamente no ROI e dar algumas dicas de como utilizá-las para aumentá-lo.

Como funciona a lucratividade nos torneios de poker online?

Primeiro, vamos entender como funciona a lucratividade em torneios:

Lucro = ROI x Volume x Buy-in médio
Ganho total em torneios / Gasto em buy-in = ROI
ROI x 100 = percentual de ROI

Assim, quanto maior o ROI, maior o profit.

Vejamos o exemplo de um jogador de poker online no último ano:

Agora, suponhamos que esse mesmo jogador tivesse um ROI de 15%, que é bem factível para esse stake médio, no poker online:

Lucro = 15% x 10.453 x $10,77 = $16.886

São $9.697 a mais que o lucro do gráfico. Isso dá mais de 800 dólares por mês, se diluirmos o lucro em 1 ano.

Nos últimos tempos, venho procurando entender quais são e como funcionam as variáveis que afetam diretamente o ROI. Vou elencá-las aqui e explicar como elas podem ser exploradas para aumentá-lo.

Poker online: como aumentar seu ROI?

1) Selecionar bem os torneios

Selecionar bem os torneios da grade pode potencializar de imediato o ROI.

Entender quais são as modalidades nas quais temos maior lucratividade e domínio permite que possamos investir energia no que realmente traz retorno.

Não é que devemos focar em uma modalidade só, mas o ideal é investir mais tempo e dinheiro no que traz um lucro mais certo.

Saiba em qual modalidade costuma ser mais lucrativo, regular, turbo, hyper, 6-max, PSKO, etc. A partir daí, invista os buy-ins mais caros onde você tem vantagem e deixe as modalidades que não domina com buy-ins menores.

2) Não jogar telas demais

De que vale jogar 1.500 torneios por mês se não conseguirmos ficar atentos ao que acontece nas mesas?

Entender a dinâmica da mesa, identificar os jogadores mais fracos e exploráveis, ter em mente o estágio do torneio, todas essas informações afetam diretamente como devemos jogar as mãos. Quando não conseguimos focar nas mesas, deixamos passar muitos dados valiosos.

Jogue um número de telas com os quais você esteja confortável para acompanhar bem tudo o que acontece.

3) Focar nas retas

A reta é o caminho para o dinheiro. É nesse momento que devemos explorar ao máximo os jogadores.

Precisamos focar em chegar na mesa final com um stack que nos dê jogabilidade e nos ajude a ficar entre os 3 finalistas, que é onde se concentra o maior retorno financeiro.

Se estiver em uma reta, principalmente uma grande, diminua a quantidade de telas abertas e o número de novos registros.

4) Ter cuidado com as reentradas

As reentradas são cada vez mais comuns no poker online, portanto, é necessário ter controle sobre o quanto estamos investindo nelas e  se esse investimento está valendo a pena.

Para isso, há alguns fatores que podemos considerar antes de dar uma reentrada.

– Stack

Eu costumava fazer reentradas até o último minuto permitido em todas as modalidades.

Quando fui analisar se valia mesmo a pena, vi que não é vantajoso fazer reentradas com menos de 25 big blinds. A jogabilidade vai continuar não muito boa e vamos continuar precisando dobrar o stack para conseguir chegar longe no torneio.

– Bounties

Torneios com bounty têm o prêmio divido entre bounties e premiação regular. Nesse caso, o prêmio já começa a ser distribuído desde o primeiro minuto de jogo.

Se fizermos uma reentrada após 1 hora de torneio, por exemplo, já abrimos mão de disputar parte do prêmio e estamos pagando mais pelo mesmo prêmio final. Além disso, entramos com stack menor e reduzimos a chance de dar os KOs.

– Dinâmica da mesa

Se a mesa estiver fácil, com muitos jogadores exploráveis, podemos até optar por reentrar com menos de 25 big blinds. O contrário também é valido: se há 3 regulares muito bons na sua esquerda, talvez não seja o caso de pagar uma reentrada.

Pode ser melhor abrir outros torneios do que pagar a reentrada e se colocar em desvantagem contra regulares. Afinal, procuramos o lucro, e, para isso, jogar contra iniciantes é sempre melhor.

5) Não jogar muitas modalidades diferentes ao mesmo tempo

Acredito que um jogador não consegue aplicar seu A-game quando está em 12 telas e, entre elas, tem torneios regulares, PSKO, turbos, hypers, 6max, 4max, 3max, etc.

Nosso cérebro gasta muita energia para mudar os parâmetros de pensamento e cada modalidade de torneio exige estratégias e estilos diferentes de jogo. Uma mesma mão pode ser jogada de jeitos bem distintos de acordo com a modalidade em questão.

Além disso, torneios como 6-max, 4-max, zoom e hyper têm maior velocidade. São muito mais mãos jogadas por hora, o que nos obriga a dedicar mais atenção e foco neles.

Como dica, vou passar algumas regras que tento aplicar durante o grind:

  • Não abrir mais de 3 telas de torneios 6-max;
  • Só abrir torneios hyper se estiver em 9 telas ou menos;
  • Só abrir torneios 4max e 3max se estiver em 6 telas ou menos.

Também costumo mudar a cor de fundo das mesas de acordo com a modalidade: regulares ficam azuis, turbos ficam verdes, hypers em vermelho, etc.

Quando atinjo a faixa de premiação, também mudo a cor da tela, assim consigo me adaptar de forma mais rápida ao tipo e estágio do torneio em que estou.

Espero que essas dicas te ajudem a aumentar o ROI e a observar aspectos do poker que, às vezes, deixamos passar, mas que afetam diretamente nosso lucro final.

GL e muito sucesso nessa caminhada!

Por Augusto “gutoo.7” Floriano, player do FLOW POKER TEAM

Quer ver mais conteúdo sobre poker? Descubra aqui 4 dicas para se acalmar no break!

Se você joga poker, você pode entrar no FLOW. Vem entrar no FLOW com a gente!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *