A qualidade aplicada importa

Costumo fazer muitos estudos de variância para moldar as grades dos jogadores que trabalham comigo no FLOW Poker Team. Nessas análises, o principal fator para calcular a variância de cada jogador é o retorno do investimento (ROI), principalmente quando estamos tratando de torneios de até $55 de entrada no on-line. O espaço para evolução de…

Continue reading →

Cortar etapas no poker

Muitos jogadores procuram, no poker, algo que possa fazê-los ganhar dinheiro imediatamente. Querem começar a cravar vários prêmios grandes, resolver a vida. Por isso, independentemente da experiência, desejam jogar os maiores buy-ins possíveis, afinal, quanto mais caro o jogo, maiores os prêmios. Porém, ninguém sobe de nível sem muito esforço, jogos e experiências. O que…

Continue reading →

Metas 2018

Assim como o planejamento, as metas precisam ser muito bem pensadas e flexíveis para se adaptar às possibilidades e necessidades de cada momento e jogador. Uma sugestão para traçar metas realistas e, ao mesmo tempo, desafiadoras, é o método SMART. S (Específico) A meta precisa ser bem específica, por exemplo: quero estudar dez horas por…

Continue reading →

Planejamento 2018

Alcançar metas passa por construir e seguir um bom planejamento. Quando fazemos uma programação, mesmo que de curto prazo, a primeira coisa a se ter em mente é que precisamos ser flexíveis. Mesmo que o plano tenha ficado ótimo no papel, ele pode ser aprimorado e ajustado à realidade, capacidade e necessidade de cada um….

Continue reading →

Olhe seu jogo de perto

Costumamos pensar em nossa maneira de jogar poker de uma forma mais ampla, a partir de grandes amostragens de dados e leituras que englobam diversos aspectos do jogo ao mesmo tempo. Porém, assim, perdemos de vista algumas variáveis e maneiras de aplicar estratégias em momentos distintos, coisas que podem parecer detalhes, mas são muito importantes…

Continue reading →

O Small Blind

Percebo que um das situações com a qual muitos jogadores têm dificuldade para lidar é quando se está no small blind e a mesa inteira dá fold até você. O que fazer com seu range, qual o tamanho ideal da aposta, o limp é aceitável ou o fold direto é melhor? São muitas dúvidas, e…

Continue reading →

Olhar para si

olhar-para-si

Para evoluir e tentar buscar resultados melhores. Frequentemente quando as coisas não acontecem como desejávamos, a primeira coisa que fazemos é procurar um culpado. No poker não é diferente. Quando queremos distribuir a culpa, não faltam fatores externos: “foi o baralho, não tenho sorte, o adversário teve sorte, o dealer me trouxe azar, o site…

Continue reading →

Paciência

paciência

A experiência e paciência no poker. Em tempos de internet, resposta instantânea para tudo, o mundo conectado e uma enorme e rápida circulação de informações na palma das mãos, muitas vezes nos tornarmos imediatistas, sem paciência. Queremos muito – e para ontem. O que pode levar mais tempo às vezes nos gera tédio e desinteresse….

Continue reading →

As mãos e seus níveis

níveis

Separar as mãos em níveis ajuda a orientar seu pensamento. Voltando os olhos para as bases do jogo nesses últimos tempos, me deparei com os quatro níveis de uma mão. Uma escala de categorização de forças que vai da “categoria 1”, mais forte, à “categoria 4”, mais fraca. Por exemplo, quando você tem uma mão…

Continue reading →