Desconstrua e cresça

Em um jogo complexo como o poker é comum que tenhamos falhas em nossas estratégias e que, muitas vezes, sequer saibamos delas. Os solvers vieram para nos ajudar a aperfeiçoar o jogo e encontrar, cada vez mais, as estratégias “perfeitas”. Mas, junto com essa progressão, devemos também nos ater aos detalhes mais básicos da lógica para manter a solidez nos resultados.

Concordo com a ideia de que precisamos de motivos muito fortes para desviar da teoria, mas, às vezes, eles estão mais evidentes do que parecem. Quando, por exemplo, você está em uma mesa final e um adversário recreativo que joga de maneira bastante conservadora lhe aplica uma 3Bet, essa pode ser uma ótima situação para desviar das probabilidades calculadas e jogar de acordo com o que você observa na mesa.

Cada mão carrega diversos fatores diferentes, como posições, stacks, perfil do jogador, momento do torneio, ranges, as cartas em si. Tente elencar, a cada decisão, os fatores que terão maior impacto na sua lucratividade. Apoie seus raciocínios na probabilidade e na teoria, mas considere que há muitos outros fatores que podem modificar as estatísticas.

Estude a teoria, considere os cálculos, mas desconstrua o que for necessário para que sua jogada seja completa, envolvendo uma boa leitura de vários aspectos da mesa. Mesmo em mãos formadas, como os grandes pares, a desconstrução pode lhe ajudar a tomar melhores decisões. E bons jogadores de poker são feitos de boas decisões.

Por Fellipe Nunes, membro da equipe FLOW

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *