Poker player profissional: como o jogo mudou sua vida? Com “Brunoricelli”

Poker player profissional Brunoricelli

Tornar-se poker player profissional costuma ser uma ruptura. Geralmente, havia outra carreira, outro caminho, outros planos, talvez mais seguros, provavelmente mais comuns.

Todo poker player, em algum momento, decidiu dizer “não” para muito do que tinha por certo até ali e entrar de cabeça em uma carreira ainda pouco comum, cercada de preconceitos, bastante exigente e incerta.

Viver de poker tem suas dores, mas tem também muitas alegrias. Alguns encontram no poker uma oportunidade quando não havia muitas. Outros, têm no poker o encontro entre profissão e paixão. Tantos outros veem o poker como uma liberdade, do horário fixo, da função enfadonha, de outras carreiras não tão desejadas assim.

Na série “Para além das mesas”, vamos conhecer a história de alguns poker PROs e ver como se tornar poker player profissional mudou a vida de cada um. Vem ver!

Como ser poker player profissional mudou sua vida? Com “Brunoricelli”

Bruno viu o poker pela primeira vez na TV, mais de 10 anos atrás. Se interessou pelo jogo e, mesmo sem entender nada, começou a acompanhar algumas partidas.

Resolveu então pesquisar sobre poker. Começou a participar de comunidades no Orkut, entender o jogo e a jogar online de leve, sem compromisso.

Um depósito de 10 dólares aqui, outro ali, e Bruno conseguiu um resultado mais expressivo. Desde então, passou a se aprofundar e estudar o jogo cada vez mais.

Hoje, “Brunoricelli” é funcionário público e poker player profissional. Há 1 ano e meio no FLOW, passa dos 22k dólares de lucro e construiu um gráfico lindo de ver, que é só escalada para cima!

👉 Vem ver a trajetória do Bruno como poker PRO e o que o jogo representa na sua vida! Desce aqui! 

1. Quando você decidiu se tornar poker player profissional? Por quê?

R: Estou nesse processo para a profissionalização.  Nos últimos anos, o poker consome a maior parte do meu tempo.

Penso poker, respiro poker e meu entretenimento é poker. Então, por que não tentar a profissionalização nesse esporte fascinante?

2. O que mais te atraiu para escolher essa carreira?

R: Acho que a competição. Eu praticava judô e tinha o sonho de participar de uma Olimpíadas, de um mundial.

Hoje, no poker, tenho essa oportunidade novamente.

3. Quando você decidiu entrar no FLOW? Por quê?

R: Eu jogava muitos Sit & Gos, mas gostava mesmo dos torneios. Eu ganhava nos sits e derretia o bankroll nos torneios. Ficava nesse sobe e desce e não saía do lugar.

Em 2019, decidi entrar para um time. Encontrei o FLOW no Instagram e me inscrevi.

Fui respondido bem rápido. Lembro que na hora fiquei emocionado, olhando para o e-mail por um tempo. Era a oportunidade de viver meu sonho.

4. O que trouxe das suas outras experiências profissionais para o poker?

R: Pratiquei judô por mais de 10 anos. Uma das filosofias do judô que gosto muito e trago para o poker é

Somente se aproxima da perfeição quem a procura com constância, sabedoria e, sobretudo, muita humildade.

5. O que você mais gosta em ser poker player profissional?

R: A liberdade, a adrenalina e a glória de ser campeão. E o fato de ser recompensado em dólares.

6. E o que menos gosta?

R: Saber que na maioria do dias vamos perder é difícil e chato. Mas também serve como motivação para estudar e evoluir.

7. Qual foi o maior aprendizado que o poker te proporcionou até hoje?

R: O poker me ensinou que o longo prazo existe. Hoje, levo isso para outras esferas da vida.

8. O que o poker representou na sua vida, no início da profissionalização? E o que ele representa hoje?

R: No início, o poker parecia apenas um sonho distante. Hoje, representa para mim felicidade, liberdade, rotina e competição.

 

  Quer conhecer outras trajetórias de poker players? Veja aqui a entrevista com “raul draw“, poker player profissional há 11 anos!

  Quer ser poker player profissional você também? A gente dá as ferramentas. Você joga. Todo mundo ganha.

  Vem pro FLOW com a gente! 

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *