Poker profissional: como o jogo mudou sua vida? Com “Joelmir.jr”

Poker profissional Joelmir Jr

Tornar-se jogador de poker profissional costuma ser uma ruptura. Geralmente, havia outra carreira, outro caminho, outros planos, talvez mais seguros, provavelmente mais comuns.

Todo poker player, em algum momento, decidiu dizer “não” para muito do que tinha por certo até ali e entrar de cabeça em uma carreira ainda pouco comum, cercada de preconceitos, bastante exigente e incerta.

Viver de poker tem suas dores, mas tem também muitas alegrias. Alguns encontram no poker uma oportunidade quando não havia muitas. Outros, têm no poker o encontro entre profissão e paixão. Tantos outros veem o poker como uma liberdade, do horário fixo, da função enfadonha, de outras carreiras não tão desejadas assim.

Na série “Para além das mesas”, vamos conhecer a história de alguns PRO players e ver como se tornar jogador de poker profissional mudou a vida de cada um. Vem ver!

Como ser jogador de poker profissional mudou sua vida? Com “Joelmir.jr”

Joelmir viu alguns amigos jogarem poker e resolveu entrar no jogo, sem saber quase nada. Com o tempo, eles foram lhe ensinando e Joelmir aprendia cada vez mais sobre o joguinho e sua complexidade.

Formado em Engenharia Mecânica, não conseguia emprego na área. Estava frustrado e desacreditado de si.

Começou a acompanhar mais regularmente o grind de um amigo que jogava no FLOW. Aprendeu muito com ele,  viu a estrutura do time e percebeu como o mundo do poker online é sério e profissional. Joelmir enxergou ali uma oportunidade e decidiu tentar tornar-se PRO player.

Hoje, jogador de poker profissional há 2 anos, “Joelmir.jr” gosta principalmente da liberdade que a carreira proporciona. Encontrou no poker reconhecimento e a confiança em si mesmo, que se renova a cada bom resultado.

Monstro das mesas, ainda tem muito a conquistar pela frente, mas já é um baita jogador, regular e com ótimo desempenho aqui no time! 🚀

👉 Vem ver como Joelmir foi de engenheiro a PRO player e o que o poker representa na sua vida! Desce aqui! 

1. Quando você decidiu se tornar jogador de poker profissional? Por quê?

R: Decidi me tornar jogador de poker profissional quando assinei meu primeiro contrato com o FLOW.

Vi que era uma grande oportunidade de me profissionalizar e a abracei com unhas e dentes.

2. O que mais te atraiu para escolher essa carreira?

R: Essa é uma carreira que te dá a liberdade de trabalhar em casa, fazer seu próprio horário e, é claro, ser recompensado pelo seu esforço.

3. Quando você decidiu entrar no FLOW? Por quê?

R: Não lembro exatamente a data, mas em 2017 um amigo meu jogava para o FLOW e eu assistia bastante ele jogar. Ele me explicava várias coisas sobre o jogo e me mostrava toda a estrutura do FLOW de aulas, grades, etc.

Isso me chamou a atenção e despertou meu interesse, pois vi que era algo muito bem planejado e profissional.

4. Como foi a transição para ser um jogador de poker profissional?

R: Joguei por 3 meses pelo FLOW antes de realmente voltar e me fixar no time.

Nesse intervalo de tempo, montei uma estrutura para que eu pudesse ficar por conta do poker e começar a ter meus primeiros resultados. Apoio da família, setup, internet e uma pequena poupança financeira.

5. O que você trouxe das suas outras experiências profissionais para o poker?

R: Sempre tentei fazer tudo bem feito. Sempre tentei ser acima da média em tudo o que eu fizesse, além de ser bastante competitivo.

6. E o que leva do poker para as outras esferas da vida?

R: O poker nada mais é do que como qualquer outra área da nossa vida.

Nascemos sem saber fazer nada, temos que aprender tudo. Mesmo depois de aprender, a gente não sabe como fazer direito muitas coisas.

Conseguir fazer algo muito bem feito requer dedicação, esforço, treinamento e muita prática. Levo essa mentalidade para todas as áreas da vida.

7. O que você mais gosta em ser um jogador de poker profissional?

R: Fazer o meu próprio horário.

8. E o que menos gosta?

R: Passar por fases ruins de resultados. Apesar de fazer parte do processo, às vezes é difícil lidar com elas.

9. Qual foi o maior aprendizado que ser jogador de poker profissional te proporcionou até hoje?

R: Teremos momentos bons e momentos ruins, como em outras áreas da vida.

O negócio é entender que os momentos ruins servem pra nos fortalecer e que devemos nos esforçar para ter mais momentos bons do que ruins.

10. O que o poker representou na sua vida, no início da profissionalização? E o que ele representa hoje?

R: Havia me formado em Engenharia Mecânica e não conseguia emprego na área. Estava frustrado comigo e desacreditado do meu potencial. 

O poker foi uma oportunidade de recomeço. Mas eu sabia que não seria fácil.

Hoje, com quase 2 anos de carreira, vejo meu esforço refletido em resultados e sou uma pessoa mais confiante, acredito totalmente no meu potencial.

  Quer conhecer a história e rotina de outros players? Veja aqui a entrevista com “RADemetrio“, jogador de poker profissional no FLOW!

  Tem vontade de ser PRO player de poker? A gente dá as ferramentas. Você joga. Todo mundo ganha.

  Vem pro FLOW com a gente! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *