PRO poker player: como o jogo mudou sua vida? Com “WrGiordani”

PRO poker player WrGiordani

Tornar-se PRO poker player costuma ser uma ruptura. Geralmente, havia outra carreira, outro caminho, outros planos, talvez mais seguros, provavelmente mais comuns.

Todo poker player, em algum momento, decidiu dizer “não” para muito do que tinha por certo até ali e entrar de cabeça em uma carreira ainda pouco comum, cercada de preconceitos, bastante exigente e incerta.

Viver de poker tem suas dores, mas tem também muitas alegrias. Alguns encontram no poker uma oportunidade quando não havia muitas. Outros, têm no poker o encontro entre profissão e paixão. Tantos outros veem o poker como uma liberdade, do horário fixo, da função enfadonha, de outras carreiras não tão desejadas assim.

Na série “Para além das mesas”, vamos conhecer a história de alguns PRO players e ver como se tornar jogador de poker profissional mudou a vida de cada um. Vem ver!

Como ser PRO poker player mudou sua vida? Com “WrGiordani”

Rodolpho aprendeu a jogar poker em uma tarde despretensiosa, para acompanhar os amigos. De início, o jogo não lhe chamou tanta atenção.

Até que o rapaz conheceu o clube de poker da cidade. Passou a frequentar o local, gostar do joguinho e, desde então, não parou mais.

Dois amigos que também iam no clube entraram para o FLOW. Ele conheceu o poker online, viu a estrutura do time e decidiu uma chance para levar o grind mais a sério.

Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, com pós-graduação em Segurança e Hacking Ético, Rodolpho concilia a profissão de analista de sistemas e PRO poker player.

Ciente dos riscos e da instabilidade da carreira de PRO player, Rodolpho pondera com cuidado e responsabilidade as condições, vantagens e desvantagens de uma possível transição para o poker como atividade principal.

Há um ano no time, “WrGiordani” é hoje PRO poker player no FLOW e analista de sistemas. Ele concilia as duas carreiras com um ótimo desempenho, dedicação e regularidade no time!

👉 Vem ver como Rodolpho faz para ser analista de sistemas e PRO poker player e o que o poker representa na sua vida! Desce aqui! 

1. Quando você decidiu se tornar PRO poker player? Por quê?

R: Estou no processo de transição para me tornar um jogador profissional. Nos últimos meses, venho pensado muito sobre essa questão.

Na grande maioria das vezes, concluo que o poker me traz um sentimento de satisfação, de alegria, de saber que estou fazendo algo que eu amo de verdade.

2. O que mais te atraiu para escolher essa carreira?

R: O ponto principal da minha decisão está em ter o controle total da minha rotina, sem influência de terceiros (diferente de um emprego comum, hoje se deve bater ponto, seguir as mesmas tarefas, etc.).

Além do fato de que meu crescimento dependerá apenas de mim e da minha dedicação. E é possível enxergar esse crescimento na carreira através dos resultados diários. Isso é reconfortante e te dá mais vontade de ser melhor a cada dia.

3. Quando você decidiu entrar no FLOW? Por quê?

R: Durante o tempo em que eu frequentava o clube da cidade, fiz duas amizades que também são players do FLOW (Azuma1503 e AceHMD).

Logo depois que eles entraram para o time, me contaram como funcionava a estrutura e fiquei muito interessado, então resolvi me inscrever.

4. Como foi a transição para ser um PRO poker player?

R:  Estou nesse processo ainda e sinceramente não tem sido nada fácil.

São muitas questões para levar em consideração e essa decisão tem um impacto grande na minha vida e nas pessoas que fazem parte dela.

Mas a questão principal é ter a certeza de que eu sou capaz de me manter apenas com o poker e, caso as coisas não forem como planejadas, como uma downswing, estar preparado financeira e psicologicamente para voltar ao normal.

5. O que você trouxe das suas outras experiências profissionais para o poker?

R: Saber lidar com as responsabilidades do dia a dia, gestão de tempo e dinheiro e, o mais importante, a dedicação.

6. E o que leva do poker para as outras esferas da vida?

R: Uma das questões mais interessantes do poker que eu levo para a vida é a atenção aos detalhes, como em algum spot. A partir disso, a perspectiva de cada player muda.

Na vida também é assim, comecei a tentar identificar esses detalhes e saber lidar melhor com tudo.

7. O que você mais gosta em ser um PRO poker player?

R: Além de ser fascinado pela lógica do game, acredito que seja a dinâmica geral da atividade.

A liberdade que a profissão lhe dá, o aprendizado com relação ao dinheiro/investimento, todo o conceito de dedicação traçado para ser lucrativo.

Também a comunidade e as amizades que me motivam dentro do FLOW. São inúmeros motivos que me fazem se apaixonar pelo game todo dia.

8. E o que menos gosta?

R: O poker pode ser um pouco frustrante, principalmente no começo, quando você não entende como funciona toda a dinâmica.

9. Qual foi o maior aprendizado que ser PRO poker player te proporcionou até hoje?

R: Acredito que isso seja até uma frase clichê, mas me ajudou muito, no poker e na vida, a ser uma pessoa melhor, principalmente mais calmo.

A questão é não se importar com as coisas que estão fora do seu controle e focar apenas nas suas decisões. Entender que você fez as melhores escolhas em um contexto geral e que o resto não depende de você.

Eu realmente demorei um tempo para aprender isso, pois não queria aceitar a forma natural do processo.

Porém, depois de compreender isso, as coisas começaram a fluir de uma forma incrível. Entender isso é libertador e me ajudou muito.

 

  Quer conhecer a história e rotina de outros players? Veja aqui a entrevista com “Joelmir.jr“, PRO poker player no FLOW!

  Tem vontade de ser PRO poker player? A gente dá as ferramentas. Você joga. Todo mundo ganha.

  Vem pro FLOW com a gente! 

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *