Como ser poker PRO mudou sua vida? Com “fscheifer”

Poker PRO fscheifer

Tornar-se um poker PRO costuma ser uma ruptura. Geralmente, havia outra carreira, outro caminho, outros planos, talvez mais seguros, provavelmente mais comuns.

Todo poker player, em algum momento, decidiu dizer “não” para muito do que tinha por certo até ali e entrar de cabeça em uma carreira ainda pouco comum, cercada de preconceitos, bastante exigente e incerta.

Viver de poker tem suas dores, mas tem também muitas alegrias. Alguns encontram no poker uma oportunidade quando não havia muitas. Outros, têm no poker o encontro entre profissão e paixão. Tantos outros veem o poker como uma liberdade, do horário fixo, da função enfadonha, de outras carreiras não tão desejadas assim.

Na série “Para além das mesas”, vamos conhecer a história de alguns PRO players do FLOW e ver como se tornar jogador de poker profissional mudou a vida de cada um. Vem ver!

Para além das mesas: como ser poker PRO mudou sua vida? Com “fscheifer”

Felipe chegou em casa e seu irmão perguntou se ele conhecia o PokerStars. Tinha visto uma propaganda na TV. Não conhecia, não. Foi procurar na internet, instalou o software e, desde então, nunca mais parou. 😍

Enquanto jogava as primeiras vezes, foi tentando entender o que acontecia na mesa. O Google lhe ensinou as principais mãos e regras básicas. Conforme jogava dinheiro fictício, Felipe foi descobrindo regras, estratégias e conhecendo o mundo do poker online.

Depois de já jogar com certa regularidade, entrou para o FLOW pela primeira vez no final de 2015. Mas Felipe trabalha em uma empresa familiar de vendas em informática e nem sempre pôde estar disponível para o poker como gostaria.

Depois de algumas idas e vindas com o poker, hoje ele concilia o trabalho na empresa e a carreira como poker PRO no FLOW. “Procuro gerir meu tempo para dar o melhor de mim em ambas. Porém, viver exclusivamente do poker não está fora de questão.”

Felipe “fscheifer” construiu sua carreira como poker player no FLOW. Em seu tempo de time, já fez FT de MicroMillions, conquistou diversos resultados nos torneios regulares do online e ainda tem muito a construir e conquistar como poker PRO! 🚀

👉 Vem ver a história do Felipe, que descobriu o poker sozinho e hoje concilia as carreiras de empresário e PRO player no FLOW! Desce aqui! 

1. Quando você decidiu se tornar poker PRO? Por quê?

R: Foram várias tentativas. Participei algumas vezes do FLOW, mas acabava tendo que sair por motivos pessoais. Desta vez, consegui a organização necessária para seguir adiante, visando chegar cada vez mais longe.

Considero o poker uma atividade surreal, que mexe com todas as emoções. A adrenalina que ele proporciona é imensa.

Também considerei, claro, o retorno financeiro, que é extremamente atrativo.

2. O que mais te atraiu para escolher essa carreira?

R: A possibilidade de ganhar dinheiro, com certeza, foi o principal fator.

Mas outros pontos como poder trabalhar em casa, gostar do jogo e poder decidir meus horários também sempre foram atrativos. Além da adrenalina a cada torneio.

3. Quando você decidiu entrar no FLOW? Por quê?

R: Decidi entrar para o FLOW porque já havia participado anteriormente e sempre curti o time. Era minha primeira opção sempre que pretendia voltar ao jogo.

Os profissionais responsáveis pela equipe e os players são realmente como uma família. A liberdade que o time proporciona é demais.

O FLOW é excepcional, inclusive quanto à questão do investimento do time nos players, tanto com conteúdo técnico quanto financeiramente.

4. O que você trouxe das suas outras experiências profissionais para o poker?

R: Compromisso, sem duvida. Ter ciência de que o poker é como outra profissão qualquer, você deve ter total compromisso com o que está fazendo.

5. O que você leva do poker para as outras esferas da vida?

R: Dentre as inúmeras lições que o poker me proporciona, a principal é o mindset. Passei a me estressar menos com muitas coisas na vida.

Graças ao Celo Muller passei a me preocupar apenas com o que eu poderia ter feito diferente. O que não posso mudar, não tenho porque me estressar.

6. O que você mais gosta em ser poker PRO?

R: Cravar torneio hahahaha, essa é a melhor parte. A sensação de saber que o trabalho está rendendo bons frutos é maravilhosa.

A interação com os companheiros de time, amigos que fiz e faço, é muito gratificante também. Poderia fazer uma lista imensa.

7. E o que menos gosta?

R: Ninguém gosta de perder hahaha, mas a evolução e o trabalho são constantes para aprender a lidar com isso. Agora aceito isso muito melhor do que há alguns anos.

Hoje, sei que isso pode ser muito bem controlado para perder o minimo possível e procurar ser lucrativo diariamente.

8. Qual foi o maior aprendizado que ser poker PRO te proporcionou até hoje?

R: Entender que o que não podemos mudar, não pode nos afetar.

Com certeza esse é o maior aprendizado que o poker me proporcionou, e o levo para todas as esferas da vida.

9. O que o poker representou na sua vida, no início da profissionalização? E o que ele representa hoje?

R: No início, era apenas um jeito de ganhar dinheiro extra. Hoje, é uma profissão.

Foi um processo que aconteceu naturalmente e a entrada para o time ajudou a potencializar esse desenvolvimento.

 

  Quer conhecer a história de outros players? Veja aqui a trajetória do “JlpScavone“, de engenheiro bioquímico a PRO player e instrutor no FLOW!

  Quer jogar poker profissional? A gente dá as ferramentas. Você joga. Todo mundo ganha.

  Vem pro FLOW com a gente! 

 

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *